domingo, 11 de janeiro de 2015

Janeiro de 2015

O primeiro texto do novo ano surge após uma reflexão sobre o estado do mundo, triste e gelado ante a força bruta que faz jorrar o sangue e a dor dos homens! Atentados à Liberdade de Ser por todos os lados, numa violência aterradora!

Apelo à Paz.

"Apesar de todas as festas organizadas, é uma tristeza de finados que vai pela terra..." (de Miguel Torga, IV Diário)



Sem comentários:

Enviar um comentário